Um pedacinho da minha alma...

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

A vida é mesmo assim...

A vida é mesmo assim...

Já fui leviana, deixei o sofrimento avassalar muitos corações quando eu podia impedir que isso acontecesse.
Aprendi, que nada dura para sempre e nem sempre temos tempo para esperar por algo melhor.
Sofri, por ter perdido momentos e pessoas maravilhosas.
Me arrependi, por não ter tido sensibilidade suficiente para enxergar o que realmente seria bom para mim.
Chorei, muitas vezes, tantas quantas meus olhos puderam suportar.
Pulei, de alegria quando superei a mim mesma.
Sorri, quando percebi que não estou aqui de passagem.

Hoje eu vivo, sem esperar nada em troca.

Um comentário:

. disse...

Estou aqui de novo e não sem bem o que comentar. Se você vive sem esperar nada em troca, não deve esperar que comentem o que escreve. Mas este texto não pode passar em branco! Beijo moça.